Confiança do consumidor paulistano cai 7,7% em janeiro

Queda no nível de confiança do consumidor preocupa o comercio

De acordo com a Entidade, apesar da queda mensal, consumidores estão 14,8% mais otimistas do que no mesmo período de 2016

Queda no nível de confiança do consumidor preocupa o comercio

São Paulo, 27 de janeiro de 2017 – Após registrar em dezembro o maior nível de confiança desde fevereiro de 2015, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) voltou a cair em janeiro.

O indicador passou de 110,7 pontos em dezembro para 102,2 pontos neste mês, queda de 7,7%. Já na comparação anual, houve alta de 14,8%.

A pesquisa é realizada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) e a escala de pontuação varia de zero (pessimismo total) a 200 (otimismo total).

Os dois quesitos que compõem o indicador registraram resultados negativos na passagem de dezembro para janeiro. Após cinco altas consecutivas o Índice das Condições Econômicas Atuais (ICEA) recuou 6,1% ao passar de 72,6 em dezembro para 68,2 pontos em janeiro. Em relação a janeiro de 2016, o índice assinalou alta de 19,5% – registrando a quarta alta consecutiva nessa base de comparação.

As expectativas em relação aos meses seguintes caíram. O Índice de Expectativas do Consumidor (IEC), o outro componente do ICC, retraiu 8,2%, passando de 136,1 em dezembro para 125 pontos em janeiro. Por outro lado, no comparativo interanual, o índice registrou a décima alta consecutiva ao registrar crescimento de 13,2%.

Segundo a assessoria econômica da FecomercioSP, mesmo que sutil, há uma atmosfera mais positiva do que existia há um ano, com as recentes mudanças no quadro político e econômico. O resultado da pesquisa de janeiro mostra ainda um consumidor insatisfeito com as condições socioeconômicas do presente e inseguro quanto ao futuro. A situação do presente acaba por se refletir também nas expectativas, uma vez que as famílias seguem temerosas em relação ao mercado de trabalho.

Em termos gerais, a Federação analisa que o consumidor inicia o ano de 2017 demonstrando as mesmas preocupações vividas ao longo do ano passado: orçamento apertado por ganhos de renda mais modestos em virtude do aumento real do custo de vida, causado pelas altas dos preços e juros e, principalmente, pela incerteza em relação ao seu emprego no futuro.

Gênero e renda
No resultado apurado pelo ICEA os consumidores com renda familiar superior a 10 salários mínimos (SM) e com idade de 35 anos ou mais foram determinantes para a retração mensal. O primeiro grupo registrou queda de 10,4% ao passar de 85,2 em dezembro para 76,3 pontos em janeiro. O grupo de 35 anos ou mais descreveu queda de 7,8% passando de 62,5 em dezembro para 57,6 pontos em janeiro.

Já a queda do IEC foi motivada, principalmente, pelo público masculino e aqueles consumidores com idade de 35 anos ou mais. O grupo masculino assinalou queda de 10,3% ao passar de 142,4 em dezembro para 127,7 pontos em janeiro, e o segundo grupo de 35 anos ou mais registrou queda de 9,2% passando de 133,5 em dezembro para 121,2 pontos em janeiro.

Metodologia
O ICC é apurado mensalmente pela FecomercioSP desde 1994. Os dados são coletados de 2,2 mil consumidores no município de São Paulo. O objetivo é identificar o sentimento dos consumidores levando em conta suas condições econômicas atuais e suas expectativas quanto à situação econômica futura.

Os resultados são segmentados por nível de renda, gênero e idade. O ICC varia de zero (pessimismo total) a 200 (otimismo total). Sua composição, além do índice geral, apresenta-se em: Índice das Condições Econômicas Atuais (ICEA) e Índice das Expectativas do Consumidor (IEC). Os dados da pesquisa servem como um balizador para decisões de investimento e para formação de estoques por parte dos varejistas, bem como para outros tipos de investimento das empresas.

A metodologia do ICC foi desenvolvida com base no Consumer Confidence Index, índice norte-americano que surgiu em 1950 na Universidade de Michigan. No início da década de 1990, a equipe econômica da FecomercioSP adaptou a metodologia da pesquisa norte-americana à realidade brasileira. Atualmente, o índice da Federação é usado como referência nas reuniões do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), responsável pela definição da taxa de juros no País, a exemplo do que ocorre com o aproveitamento do CCI pelo Banco Central dos Estados Unidos.

Sobre a FecomercioSP
A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) é a principal entidade sindical paulista dos setores de comércio e serviços. Congrega 157 sindicatos patronais e administra, no Estado, o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). A Entidade representa um segmento da economia que mobiliza mais de 1,8 milhão de atividades empresariais de todos os portes. Esse universo responde por cerca de 30% do PIB paulista – e quase 10% do PIB brasileiro – gerando em torno de 10 milhões de empregos.

Veja cuidados que deve tomar com a nova regra no rotativo do cartão

Foi aprovada na noite de quinta-feira (26 de janeiro de 2017), pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), a norma que limita a 30 dias a permanência do consumidor no rotativo no cartão de crédito. Após esse prazo, se a dívida não for quitada, as instituições financeiras deverão oferecer financiamento do saldo devedor com juros menores do que os do rotativo – que fechou dezembro em 484,6% ao ano – eliminado a possibilidade de seguir pagando o valor mínimo da fatura.

Nova regra no rotativo do cartão de crédito

Para o consumidor, a mudança é positiva, pois deve minar a famosa “bola de neve” dos juros do rotativo. Entretanto, este não deve ser um incentivo para que se pague apenas o mínimo da fatura. Afinal, estar endividado no cartão de crédito não é um problema desde que haja condições de honrar o pagamento mensal; do contrário, acaba-se entrando na inadimplência.

Os bancos e instituições financeiras têm até 3 de abril para se adequar às mudanças. O Governo anunciou também a pretensão de reduzir os juros do cartão de crédito neste primeiro trimestre de 2017 e já autorizou a cobrança de preços diferentes para o mesmo produto ou serviço de acordo com a forma de pagamento, na intenção de estimular a competição entre os meios de pagamento.

A decisão é positiva, afinal os juros do rotativo são exorbitantes. No ano passado a dívida dos brasileiros nesta modalidade chegou aos R$ 34,5 bilhões, segundo o Banco Central. Entretanto, meu maior receio é que a mudança incentive os consumidores a pagar apenas o mínimo do cartão de crédito, algo que nunca deve ser feito. Havendo necessidade, é indicado buscar outras linhas de empréstimos com juros menores.

Veja cuidados que consumidor deve tomar

Quem chegou a esse ponto precisa fazer, imediatamente, um diagnóstico financeiro, rever sua situação e se educar financeiramente para combater a verdadeira causa do problema. O descontrole financeiro tem origem nos hábitos e comportamentos, portanto é preciso, em primeiro lugar, mudar as atitudes para sair desta situação. Acredite, não basta trocar uma dívida pela outra.

O cartão de crédito é uma excelente ferramenta para quem sabe aproveitar seus benefícios, como serviços de milhagens e prêmios. Porém, se não for utilizada com consciência pode promover compras por impulso, é preciso ter responsabilidade na hora de consumir. É importante que as dívidas no cartão de crédito não ultrapassem 30% do salário ou ganho mensal, justamente para evitar o descontrole financeiro.

Reinaldo Domingos é doutor em educação financeira, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e da DSOP Educação Financeira e autor do best-seller Terapia Financeira, do lançamento Diário dos Sonhos e da primeira Coleção Didática de Educação Financeira do Brasil.

DSOP Educação Financeira
Avenida Paulista, 726, conjunto 1205 – 12º andar, Bela Vista/SP. Telefone: 11 3177-7800

Conteúdo sobre Moda, Beleza e Saúde | DocdeBolso

O BeautyCris, é um blog voltado para o publico interessando em soluções praticas e dicas sobre beleza, bem estar, dietas, moda feminina e masculina, diariamente são publicadas no BeautyCris, um conteúdo focando em oferecer qualidade, informação, de maneira simples e objetiva, atendendo as necessidades do seu publico, que busca, informações e praticidade para o dia a dia.

Escrito por Cris Corrêa, o blog oferece uma rede de informações e serviços para a mulher que não tem tempo a perder. Com sua lista de responsabilidades e obrigações crescendo a cada dia que passa e, tendo que conciliar seu horário entre diversas tarefas cotidianas, a mulher vem utilizando a Internet, seja pelo celular, smartphone ou computador, como ferramenta para tornar seu dia-a-dia mais prático, funcional e agradável.

Editorial

Ser belo, é estar de bem consigo mesmo, e para isso, é preciso ficar antenado e por dentro das ultimas novidades e tendências do universo da moda feminina, moda masculina, estilo de vida, lançamentos em beleza, cosméticos, alimentação saudável e dicas de saúde, mas tudo isso precisa ficar reunido em um mesmo lugar, e de maneira dinâmica e prática.

Dieta e Alimentação

Somos aquilo que ingerimos, respiramos e percebemos do mundo ao nosso redor, é impossível pensar em uma vida saudável e com saúde, sem se preocupar com a alimentação, por isso, no BeautyCris, há um espaço todo especial, dedicado aos assuntos sobre alimentação saudável, dicas gastronômicas, regimes e dietas para emagrecer,  e assim, poder aproveitar o que a vida oferece de melhor, com saúde, qualidade de vida e bem estar.

Beleza Masculina

Quando o assunto é beleza, as mulheres são o principal foco, isso porque, elas descobriram primeiro, a importância de cuidar da aparência, como um fator importante de bem estar.

Mas atualmente os homens estão quase ou tão vaidosos, quanto as mulheres, o homem moderno não tem medo de procurar informações sobre procedimentos estéticos, dicas de beleza, tendências em moda e procedimentos de beleza e estética.

Foi pensando nesse novo homem que, sabe perfeitamente, que se, preocupar com a sua aparência, seja em um novo corte de cabelo, um lançamento em cosméticos ou intervenção cirúrgica estética, apenas lhe proporcionará mais sucesso em sua vida, profissional, pessoal e amorosa, conheça o espaço para o estilo de vida do hommem moderno, com dicas de beleza masculina, estilo de vida e moda, para homens modernos e de bem com a vida.